Dúvidas e suporte

Aqui você encontra as respostas para suas dúvidas sobre nossos produtos e serviços.

Os instaladores e drivers necessários para o funcionamento de seu Certificado Digital podem ser baixados nesta página.

Horário de atendimento ao Cliente:
Segunda à Quinta: 08:00 às 18:30h
Sexta: 08:00 às 18:00h
Sábado: 08:00 às 12:00h

Central de Atendimento 800 941 6601
Suporte Técnico 0800 941 6602 | (11) 3504-8798

Instaladores

Prepare o dispositivo em que você usará o Certificado Digital. Selecione o dispositivo, identifique o fornecedor e seu sistema operacional. Em seguida será apresentado o link correto do download para instalação.

Perguntas frequentes

Cadeia V5 ICP Brasil

Como instalar?

Passo 1: Clique em Cadeias de Certificados ao lado direito da página para baixar as cadeias v1, v2, v3 e v5;
Passo 2: Salve o arquivo em um diretório; Clique com o botão direito do mouse sobre o arquivo salvo; Escolha a opção 'Instalar Certificado'.
Passo 3: Na janela "Assistente para importação de certificados" clique no botão avançar e selecione a opção "Selecionar automaticamente o repositório de certificados conforme o tipo de certificado;
Passo 4: Clique em avançar e em seguida clique em concluir;

Como escolher

1. O que é Certificado Digital?

O Certificado Digital é um documento gerado por uma Autoridade Certificadora - AC, que funciona como uma identidade virtual, permitindo a identificação segura e verídica do autor de um documento ou transação feita de modo online. O Certificado Digital contém os dados do seu titular, que pode ser uma pessoa física, jurídica, um servidor ou uma instituição na internet.

Através do Certificado Digital é possível realizar diversas operações, como transações bancárias, assinatura de documentos, procedimentos de órgãos públicos, tudo de modo eletrônico, e com validade jurídica.

Os sistemas de informação podem validar e reforçar os mecanismos de segurança online utilizando a tecnologia para garantir a privacidade, confidencialidade, disponibilidade, integridade, não repúdio e confirmar a autenticidade das informações dos usuários.

2. Devo comprar o tipo A1 ou A3?

Os Certificados Digitais possuem níveis de segurança diferentes:
● Certificado tipo A1 significa que a assinatura tem nível de segurança 1, e é instalado diretamente no computador ou em um dispositivo móvel. Tem sua chave privada gerada e armazenada em um software e possui validade de até 1 ano.
● Certificado tipo A3 significa que a assinatura tem nível de segurança 3. É gerado e instalado em dispositivos criptográficos próprios: cartão inteligente, token e HSM (Módulo de Segurança de Hardware) e sua validade pode variar de 1 a 5 anos.

Os Certificados Digitais de nível 1 emitidos diretamente no computador são passíveis de cópias, portanto vulneráveis. Já os Certificados de nível 3 são emitidos e armazenados em mídias criptográficas que impedem a exportação do Certificado.

Sempre que adequado, prefira o Certificado instalado no token ou cartão (A3) porque é mais seguro, uma vez que a tecnologia não permite cópias e você tem total controle sobre ele.

Para uso de pessoas jurídicas, em alguns casos, o Certificado indicado é o tipo A1, mas essa orientação deve ser dada pelos técnicos que administram seus sistemas particulares.

3. O que é chave privada?

A chave privada é gerada simultaneamente com a chave pública e são relacionadas entre si em um sistema de criptografia assimétrica. A chave privada deve ser mantida em sigilo e em posse somente do seu titular. Com ela é possível assinar digitalmente documentos e arquivos de forma inequívoca.

4. O que é cartão inteligente?

É o dispositivo em que fica armazenado o Certificado Digital. Os dados do Certificado Digital ficam dentro do chip do cartão. Neste caso, para a leitura dos dados, é necessário uma leitora de cartão ou um computador que tenha a leitora embutida.

O cartão é protegido por uma senha, que possui uma política de bloqueio após algumas tentativas consecutivas de digitação incorreta.

As senhas cadastradas no cartão ficam armazenadas apenas no dispositivo, e não podem ser recuperadas ou desbloqueadas pela Autoridade Certificadora.

É recomendado que a senha digitada seja memorizada para evitar bloqueios e perda do cartão e do Certificado Digital.

5. Quais são as senhas cadastradas no cartão inteligente?

O Certificado Digital A3 possui as seguintes senhas de proteção:
. Senha de utilização (PIN) – libera a utilização da chave privada do Certificado.
. Senha de desbloqueio (PUK) - desbloqueia a senha PIN do cartão ou token.
. Senha de Revogação (senha para revogação/cancelamento online do Certificado Digital).

O Certificado Digital A1 possui as seguintes senhas de proteção:
. Senha de Emissão* - senha de emissão do Certificado Digital.
. Senha de Utilização** - senha de proteção para uso da chave privada instalada no navegador.

*A Senha de Emissão será a mesma Senha de Revogação nos casos em que esta for gerada pelo próprio titular no momento da solicitação do Certificado Digital.
**A Senha de Utilização pode ser configurada no momento da baixa do Certificado Digital, ou permanecer a mesma Senha de Emissão, caso o titular assim o queira.

NUNCA divulgue as senhas para terceiros.
NÃO digite as senhas quando alguém puder observar suas mãos.
NÃO anote as senhas em papéis guardados em locais inseguros, como gaveta ou embaixo do teclado, por exemplo.
UTILIZE senhas fortes, contendo letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres especiais.

6. e-CPF

É um Certificado Digital de assinatura para Pessoas Físicas. Os documentos eletrônicos assinados com este Certificado Digital tem a mesma validade jurídica e legítima dos documentos impressos assinados de forma manuscrita.

Além de assinar documentos eletrônicos, pode ser utilizado como um fator de identificação/autenticação para acesso a sistemas eletrônicos, como os serviços oferecidos pelo governo federal na internet: e-CAC da Receita Federal do Brasil, Conectividade Social da CEF, entre outros.

7. e-CNPJ

É um Certificado Digital de assinatura para Pessoas Jurídicas. Os documentos eletrônicos assinados com este Certificado Digital tem a mesma validade jurídica e legítima dos documentos impressos assinados de forma manuscrita.

Com o e-CNPJ é possível, por exemplo, acessar o sistema Conectividade Social para movimentação de FGTS, transmissão da GFIP/SEFIP, etc. Emitir Notas Fiscais eletrônicas (NF-e), assinar documentos , entre outras funções.

8. Certificados NF-e/CT-e/NFC-e

Os Certificados Digitais NF-e/CT-e/NFC-e são Certificados criados especialmente para emitir Nota Fiscal eletrônica, Conhecimento de Transporte eletrônico ou Nota Fiscal de Consumidor eletrônica e atribuir ao funcionário da organização a responsabilidade necessária para a emissão e gerenciamento das Notas Fiscais Eletrônicas.

9. NFC-e

A NFC-e ou Nota Fiscal de Consumidor eletrônica é um documento de existência apenas digital, emitido e armazenado eletronicamente, mas com o intuito de documentar as operações comerciais de venda presencial ou venda para entrega em domicílio ao consumidor final (pessoa física ou jurídica) em operação interna.

A NFC-e substitui o tradicional cupom fiscal, emitido na maioria dos estados brasileiros em lojas, supermercados, drogarias e comércio varejista, em geral.

10. Quais são as diferenças entre os Certificados Digitais NF-e, NFC-e, CT-e e o Certificado Digital e-CNPJ?

O e-CNPJ é utilizado para acesso ampliado ao site da Receita Federal e também para o relacionamento com o programa Conectividade Social. Já os Certificados NF-e, NFC-e e CT-e são aplicados especialmente para a emissão da nota fiscal eletrônica, não sendo possível o acesso aos órgãos supracitados.

Outra diferença é a titularidade, onde o responsável pelo Certificado Digital e-CNPJ sempre será o responsável pelo CNPJ da empresa cadastrada junto à Receita Federal do Brasil.

No caso do Certificado NF-e, NFC-e e CT-e, os funcionários e sócios que emitem notas fiscais eletrônicas podem ter um Certificado para cada usuário. Nos certificados NF-e, NFC-e e CT-e constarão o CNPJ da empresa e o CPF do responsável pela emissão e transmissão dos documentos fiscais.

Com o e-CNPJ também é possível emitir nota fiscal eletrônica, porém, não é indicado para empresas cujo responsável pelo e-CNPJ não é o único a emitir as notas fiscais eletrônicas.

Como comprar

1. Quais são as formas de pagamento existentes?

Nas compras online ou presenciais, você tem as seguintes opções de pagamento: cartão de crédito ou boleto bancário. E nas compras direto nas lojas Soluti você poderá pagar em dinheiro, cartão de crédito/débito ou boleto bancário.

2. Posso comprar direto nas lojas?

Sim, na rede de Autoridades de Registro da Soluti, você conta com essa praticidade. Você pode comprar diretamente na loja sem precisar fazer a solicitação via internet.

3. Por que preciso de uma Leitora?

Se você optou por um Certificado Digital tipo A3 armazenado em um cartão inteligente, você precisará de uma leitora com entrada para o cartão e conexão USB, para que seu computador possa ler o Certificado Digital.

Como validar

1. É necessário ir pessoalmente à loja?

O Certificado Digital é um documento de identificação com valor equivalente à Carteira de Habilitação, Carteira de Identidade, Passaporte, Carteira Profissional de Classe, entre outros. Portanto, para a emissão do Certificado Digital se faz necessário o comparecimento do titular, assim como ocorre com os demais documentos que exigem a comprovação de identidade.

2. Quais os documentos/comprovantes necessários para realizar a validação do Certificado Digital?

Pessoa Física | e-CPF
Atenção: é obrigatória a apresentação dos documentos originais.
. Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Cédula de Identidade, Carteira de Entidade de classe1, ou documentos que tenham fé pública em todo território nacional conforme LEI Nº 7.116, DE 29 DE AGOSTO DE 1983;
. Carteira de Identidade de Estrangeiro (CIE)2, se estrangeiro domiciliado no Brasil;
. CPF3 (Apenas os números);
. Comprovante de residência ou domicílio, emitido há no máximo 3 (três) meses da data de validação presencial4 (Opcional);

Notas:
1- Carteiras de Classe: Serão aceitas carteiras de entidade de classe que tenham validade em todo território nacional conforme LEI Nº 7.116, DE 29 DE AGOSTO DE 1983, cujos órgãos emissores permitam a consulta online do titular.

2- CIE: Necessário apresentação do CIE permanente. NÃO será aceito CIE Provisório.

3- Passaporte: poderá ser aceito como documento de identificação apenas se estiver válido/vigente.

4 - Comprovante de residência/domicílio: Entendem-se como comprovante de residência ou de domicílio as contas de concessionárias de serviços públicos, como: água, luz, gás e contas de telefonia fixa ou móvel (celular).

. Procurações:

Em conformidade com a Instrução Normativa nº 04 de 25 de Agosto de 2015, é necessário que o requerente tenha os seguintes requisitos:
a) Seja Pessoa Jurídica;
b) Seu ato Constitutivo deve prever expressamente tal possibilidade;
c) A Procuração não poderá exceder 90 dias a contar da data de emissão/registro do órgão expedidor;
d) A Procuração deve ser lavrada por instrumento público.

Não serão aceitas procurações (pública ou privada) para representação da Pessoa Física para a emissão do Certificado Digital, de acordo com estipulado em resolução do Comitê Gestor da ICP-Brasil: item 3.1.1.1, alínea "a", item i do DOC-ICP-05, versão 3.6.

Presença obrigatória: O titular do Certificado e-CPF deverá comparecer no Ponto de Atendimento da SOLUTI munido de seus documentos pessoais acima listados.

Pessoa Jurídica – e-CNPJ, NF-e, NFC-e e CT-e
Atenção: é obrigatória a apresentação dos documentos originais da pessoa física e originais ou cópia autenticada da pessoa jurídica (cópias autenticadas ficam retidas no Ponto de Atendimento SOLUTI).

Documentos da Pessoa Jurídica (empresa/instituição):
. Registro Comercial ou Requerimento de Empresário no caso de empresa individual devidamente registrado em órgão competente;
. Ato Constitutivo, Estatuto ou Contrato Social em vigor, devidamente registrado em órgão competente para empresas com dois ou mais sócios/administradores¹;
. Documento de eleição de seus administradores, quando aplicável;
. Cartão do CNPJ (Impresso do site da Receita Federal há no máximo 7 dias).
. Cadastro Específico do INSS – CEI (Opcional)

Notas:
1- Cláusula Administrativa: É importante avaliar a cláusula que dispõe sobre a administração da sociedade, quem é(são) o(s) responsável(is) legal(is) por assumir compromissos e obrigações em nome da dela. Se a administração couber a mais de um sócio, diretor ou administrador, todos os citados deverão comparecer no dia da validação, munidos de seus respectivos documentos pessoais, listados a seguir para assinatura dos termos.

Documentos do responsável legal cadastrado na Receita Federal

Pessoa Física e-CPF
. Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Cédula de Identidade, Carteira de Entidade de classe1, ou documentos que tenham fé pública em todo território nacional conforme LEI Nº 7.116, DE 29 DE AGOSTO DE 1983.
. Carteira de Identidade de Estrangeiro (CIE)2, se estrangeiro domiciliado no Brasil;
. CPF3 (Apenas os números);
. Comprovante de residência ou domicílio, emitido há no máximo 3 (três) meses da data de validação presencial4 (Opcional);

Notas:
1- Carteiras de Classe: Serão aceitas carteiras de entidade de classe que tenham validade em todo território nacional conforme LEI Nº 7.116, DE 29 DE AGOSTO DE 1983, cujos órgãos emissores permitam a consulta online do titular.

2- CIE: Necessário apresentação do CIE permanente. NÃO será aceito CIE Provisório.

3- Passaporte: poderá ser aceito como documento de identificação apenas se estiver válido/vigente.

4 - Comprovante de residência/domicílio: Entendem-se como comprovante de residência ou de domicílio as contas de concessionárias de serviços públicos, como: água, luz, gás e contas de telefonia fixa ou móvel (celular).

. Procurações:

Em conformidade com a Instrução Normativa nº 04 de 25 de Agosto de 2015, é necessário que o requerente tenha os seguintes requisitos:
a) Seja Pessoa Jurídica;
b) Seu ato Constitutivo deve prever expressamente tal possibilidade;
c) A Procuração não poderá exceder 90 dias a contar da data de emissão/registro do órgão expedidor;
d) A procuração deve conter poderes específicos para que o procurador represente o outorgante perante a ICP-Brasil para emissão de Certificado Digital.
e) A Procuração deve ser lavrada por instrumento público.

Não serão aceitas procurações (pública ou privada) para representação da Pessoa Física para a emissão do Certificado Digital, de acordo com estipulado em resolução do Comitê Gestor da ICP-Brasil: item 3.1.1.1, alínea "a", item i do DOC-ICP-05, versão 3.6.

Presença obrigatória: O titular do Certificado e-CPF deverá comparecer no Ponto de Atendimento da SOLUTI munido de seus documentos pessoais acima listados.

3. O que é validação presencial?

A validação presencial é o momento em que o titular do Certificado Digital se apresenta munido de documentos e comprovantes perante um AGR - Agente de Registro no âmbito da ICP- Brasil para constatação e identificação de que ele é de fato quem diz ser.

4. É necessário agendar a validação presencial?

Com o agendamento da validação presencial seu atendimento será prioritário, mas em todas as nossas lojas você poderá ser atendido por ordem de chegada.

5. Como é feito o agendamento da validação presencial?

O agendamento da validação presencial é realizado via telefone. Você poderá acessar o site soluti.com.br, entrar na página “Revendas” e depois em “Pesquisa por Estado/Cidade” e escolher a unidade mais próxima a você, ou solicitar para que um de nossos profissionais vá até você, seja em seu escritório ou residência.

Para as validações em seu escritório ou residência, é necessário para verificar a disponibilidade de horários, regiões atendidas e apresentar o orçamento.

6. É possível utilizar um comprovante de residência em nome de uma pessoa da minha família?

Sim, desde que seja por parte de seus progenitores devidamente comprovado em documento oficial. Você também tem a possibilidade de assinar uma declaração de residência e desta forma será possível emitir o Certificado Digital.

7. Quando devo agendar a validação?

A qualquer momento, nossos atendentes estão preparados para realizar agendamentos adequados à sua necessidade. Não é necessário realizar pagamentos antes da validação, tudo pode ser acertado no momento em que você estiver sendo atendido presencialmente.

8. Em caso de cancelamento ou remarcação da validação, qual é o procedimento adequado?

Você poderá entrar em contato com a mesma unidade que solicitou a validação pela primeira vez e remarcar sua validação.

9. A validação presencial só pode ser feita nas lojas?

Não. Para sua comodidade, vamos até você mediante disponibilidade de agenda e orçamento.

A validação realizada em nossas lojas é gratuita. A cobrança adicional ocorre apenas quando é necessário deslocar um de nossos Agentes até você.

Escolha a unidade mais próxima através do site soluti.com.br, ligue e agende seu horário. Consulte previamente disponibilidade para sua região.

10. É possível realizar a validação presencial fora do Brasil?

Sim, realizamos a validação em outros países. Para o agendamento e orçamento desse serviço entre em contato diretamente com a SOLUTI pelo telefone 0800 941 6601.

11. Existe algum custo para realizar a validação presencial em meu escritório ou residência?

Sim, entre em contato com a SOLUTI e solicite um orçamento prévio para a realização do serviço pelo 0800 941 6601.

12. É aceito algum tipo de procuração durante o processo de validação do Certificado Digital?

A emissão dos Certificados Digitais ICP-Brasil mediante o uso de procurações segue em conformidade com a Instrução Normativa ITI nº 04 de 25 de Agosto de 2015. É necessário que o requerente tenha os seguintes requisitos:

a) Seja Pessoa Jurídica;
b) Seu ato Constitutivo deve prever expressamente tal possibilidade;
c) A Procuração não poderá exceder 90 dias a contar da data de emissão/registro do órgão expedidor;
d) A procuração deve conter poderes específicos para que o procurador represente o outorgante perante a ICP-Brasil para emissão de Certificado Digital.
e) A Procuração deve ser lavrada por instrumento público.

No caso de Certificados e-CPF o responsável legal perante a Receita Federal do Brasil não poderá ser representado por um procurador em hipótese alguma, devendo este estar presente no ato da validação.

13. Existe algum custo para realizar a validação presencial na SOLUTI?

Não, as validações realizadas nas lojas, Pontos de Atendimento e nas Autoridades de Registros são gratuitas. O valor cobrado será referente apenas ao Certificado Digital.

Instalação

1. Onde encontro os drivers para habilitar o funcionamento da leitora?

Acesse: soluti.com.br > Suporte > Instaladores e Drivers. Escolha seu modelo de leitora, faça o download e instalação de acordo com seu Sistema Operacional.

Caso tenha dificuldade, entre em contato diretamente com nosso Suporte Técnico pelo fone 0800 941 6602

2. Onde encontro os drivers para instalação do Token?

Acesse: soluti.com.br > Suporte > Instaladores e Drivers. Escolha seu modelo de Token, faça o download e instalação de acordo com seu Sistema Operacional.

Caso tenha dificuldade, entre em contato diretamente com nosso Suporte Técnico pelo fone 0800 941 6602.

3. Como instalar meu Certificado Digital tipo A1?

Foi entregue a você no momento da Validação presencial um manual com o passo-a-passo para realizar a instalação do seu Certificado Digital. Caso tenha perdido ou não esteja com ele em mãos no momento, acesse soluti.com.br, clique em “EMITIR” e então clique em “MANUAL DE EMISSÃO DE CERTIFICADO DIGITAL SOLUTI” siga os passos indicados para instalação completa do seu Certificado Digital SOLUTI.

Caso tenha dificuldade, entre em contato diretamente com nosso Suporte Técnico pelo fone 0800 941 6602.

Renovação

1. Qual é o período de vigência do meu Certificado?

Para fazer o teste do Certificado, acesse
https://arsoluti.acsoluti.com.br/auth/testeseucertificado
e descubra a validade do mesmo. Você poderá verificar também todas as informações que foram inseridas em seu Certificado Digital neste mesmo local.

2. É necessário renovar o meu Certificado Digital?

Sim, o Certificado Digital é um documento que expira, assim como a Carteira Nacional de Habilitação, Passaporte, etc.

Para renovar, entre em nosso site soluti.com.br e encontre uma unidade de atendimento mais próxima a você.

3. Não validei o meu Certificado anterior na SOLUTI, posso fazer a renovação com vocês?

Sim, você pode escolher a SOLUTI para fazer a validação presencial do seu Certificado Digital, mesmo que o anterior não tem sido validado conosco. Será um prazer atendê-lo.

4. Posso alterar os dados do meu Certificado Digital durante a solicitação de renovação?

Na renovação com validação presencial você poderá alterar todos os dados cadastrais e optar pelo tipo A1 ou A3, escolher uma nova mídia criptográfica e definir a validade para o seu Certificado Digital. Acesse nossa loja e saiba mais sobre os tipos de certificados www.loja.certificadodigital.com

Revogação

1. Como revogar o meu Certificado Digital?

Em caso de perda do Certificado, você deverá revogá-lo imediatamente. Para isso acesse o site arsoluti.acsoluti.com.br, vá até a opção Revogar Certificado, informe a frase senha cadastrada no momento da solicitação do Certificado Digital e confirme a revogação.

Caso não se recorde da Frase Senha cadastrada, será necessário comparecer a um dos Pontos de Atendimento SOLUTI munido de um documento de identificação original e solicitar a revogação do Certificado ao Agente de Registro.

Conectividade Social ICP

1. O que é Conectividade Social-ICP?

Conectividade Social é um canal eletrônico de relacionamento da Caixa Econômica Federal. É moderno, ágil e seguro, facilmente adaptável ao ambiente de trabalho das empresas ou escritórios de contabilidade que desejam cumprir suas obrigações em relação ao FGTS. Cada usuário tem uma cesta de serviços adequada ao seu perfil, que lhe permite realizar transações eletrônicas no canal.

Atualmente, é possível fazer pelo canal diversas transações, como a transmissão do arquivo do Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social (SEFIP), envio das informações relativas ao CAIXA PIS/Empresa e da GRRF (Guia de Recolhimento Rescisório do FGTS), visualizar e imprimir extratos, retificar incorreções cadastrais e comunicar o afastamento de empregados, dentre outras.

O programa Conectividade Social utiliza a Certificação Digital emitida no modelo ICP-Brasil, que confere ainda mais segurança, conveniência e praticidade ao canal.

2. A quem se destina o programa Conectividade Social?

Às empresas, escritórios de contabilidade, sindicatos, prefeituras, Delegacias Regionais do Trabalho - DRT’s, instituições financeiras e outros entes, que se relacionam com o FGTS.

3. Posso utilizar o meu e-CPF para acessar o programa Conectividade Social?

Sim, desde que no momento da solicitação e validação tenha sido informado/apresentado o CEI - Cadastro Específico do INSS. Ou PIS/PASEP/NIS nos casos em que houver necessidade de o empregador enviar procuração eletrônica para seu CPF, desde que haja vínculo empregatício.

4. Posso utilizar o meu e-CNPJ para acessar o programa Conectividade Social?

Sim, o canal do programa Conectividade Social foi criado para empregadores, seja Pessoa Física ou Jurídica.

5.Tenho uma empresa, tenho o número de CNPJ e preciso acessar o programa Conectividade Social. Qual o Certificado Digital que devo adquirir para ter acesso ao sistema?

Se a Empresa possui um número de CNPJ válido e ativo para identificação da mesma, deverá utilizar um Certificado Digital de Pessoa Jurídica.

6. Tenho uma empresa, porém eu não possuo número de CNPJ. Como posso acessar o programa Conectividade Social?

A empresa que não está obrigada a se identificar pelo CNPJ poderá utilizar um Certificado de Pessoa Física (e-CPF) para acesso a este serviço, desde que tenha feito a inclusão do número de identificação junto ao Cadastro Específico do INSS (CEI) no ato da compra deste Certificado Digital.

7. Sou empregador e preciso outorgar poderes para um dos meus funcionários para o acesso ao programa Conectividade Social. Como proceder?

Primeiramente, o funcionário deverá acessar o sistema Conectividade Social com um Certificado Digital padrão ICP-Brasil de pessoa física com número do PIS/PASEP/NIS incluso no momento da Validação Presencial e se registrar.

Em seguida, o empregador deverá acessar o sistema com seu Certificado Digital e clicar na função "Procuração", onde poderá outorgar poderes para seu funcionário, para acessar o sistema Conectividade Social.

8. Possuo uma empresa de contabilidade. Meus clientes podem outorgar poderes para a minha empresa?

Sim. Será necessário que a empresa de contabilidade possua um Certificado Digital ICP-Brasil (e-CPF ou e-CNPJ) para ter acesso aos serviços outorgados do programa Conectividade Social.

Em seguida, deverá acessar o sistema com seu Certificado Digital e clicar na função "Procuração", onde poderá outorgar poderes à sua empresa de contabilidade para acessar o sistema Conectividade Social.

9. Possuo uma empresa e fui outorgado para acesso ao programa Conectividade Social por outra empresa, porém necessito outorgar esses mesmos poderes também para os meus funcionários. É possível?

Sim. Lembrando que, como este acesso já foi outorgado para uma pessoa jurídica, esse repasse só poderá ser realizado para até 4 pessoas físicas que possuam Certificados Digitais ICP-Brasil (e-CPF).

10. Realizo depósitos de FGTS para meus empregados, porém não possuo número de CNPJ, como acessarei este sistema?

Poderá acessar o sistema da Conectividade Social nestas condições quem possuir um Certificado Digital de Pessoa Física (e-CPF), lembrando que os empregadores que não estão obrigados a se identificar pelo CNPJ, deverão necessariamente possuir o número de identificação junto ao Cadastro Específico do INSS (CEI) para inclusão no ato da compra do Certificado Digital ICP-Brasil.

11. Para acesso ao sistema Conectividade Social, meu Certificado Digital precisa conter o número do NIS (PIS/PASEP/NIT)?

É recomendável a inclusão do número de seu NIS (PIS/PASEP/NIT) no ato da compra do Certificado Digital para acessar o sistema Conectividade Social. Lembrando que a inclusão deste número na compra requer a confirmação deste dado no ato da validação presencial do Certificado Digital mediante a apresentação de documento oficial que o comprove, conforme descritos a seguir, os documentos aceitos para comprovação do PIS:

· Extrato bimestral do FGTS, enviado pelos Correios à residência do trabalhador;
· Consulta pelo próprio trabalhador de sua conta vinculada no âmbito do site da CAIXA na Internet, na presença da AC;
· Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS (quando constar);
· Cartão do PIS/PASEP;
· Carteira de Identidade (quando constar);
· Cartão do Cidadão;
· Cartão da Bolsa Família (e outros benefícios sociais).

12. O Certificado Digital para emissão de Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e) é aceito para acesso ao programa Conectividade Social?

Não, porque é exclusivo para emissão de notas fiscais eletrônicas.

Certificado SSL

1. O que é um Certificado SSL?

Para os sites, o Certificado Digital SSL - Secure Sockets Layer também conhecido como site seguro, tem duas funções: identificar de forma inquestionável o site e estabelecer uma conexão segura entre o visitante e os servidores web do site por meio de um canal de criptografia.

2. Como funciona o Certificado SSL?

O Certificado SSL é um arquivo instalado no servidor web onde no site está hospedado. É composto por dois segmentos:
- Chave Pública, que codifica os dados;
- Chave Privada, que decodifica os dados.

Quando um visitante acessa o site, o navegador se conecta ao servidor protegido pelo Certificado SSL e uma seção única é criada com estas duas chaves. Desta forma, todos os dados durante esta seção estarão protegidos e não poderão ser decifrados por qualquer outra parte, além do visitante e o servidor web.

3. Por que ter um certificado SSL?

3. Por que ter um certificado SSL?
Não importa o porte da sua empresa ou a finalidade de seu site, ter um Certificado SSL é indispensável para oferecer segurança aos usuários, clientes e reforçar a autenticidade de sua página.
Os Certificados Digitais SSL que são comercializados pela SOLUTI são oferecidos em duas opções de hierarquia de confiança:

• Internacional - possui a cadeia de confiança reconhecida por todos os softwares e navegadores utilizados no mercado.
• ICP-Brasil - possui a cadeia de confiança da infraestrutura brasileira de chaves públicas - ICP. Ideal para órgãos governamentais.

Principais certificados digitais
Produto
Conceito
Ideal para
EV SSL 256 bits
Um nível de segurança e confiabilidade que salta aos olhos do seu cliente. O sinal verde para aumentar seus negócios.
E-commerce e sites em que o alto nível de segurança seja um apelo forte para o aumento do tráfego ou vendas. Este Certificado acrescenta o conceito de “barra verde” com a razão social nos navegadores.
OV SSL 256 bits
Interoperabilidade e segurança com um selo reconhecido internacionalmente.
e-commerce’s, páginas que requerem autenticação e acesso a dados críticos
SSL SAN - Múltiplos Domínios
Porque nada é mais valioso do que a segurança das informações que trafegam em sua empresa.
Ideal para Servidor Exchange, possibilitando a inclusão de até 25 domínios.
Com os Certificados SSL de Múltiplos Domínios, o cliente pode adicionar, editar ou deletar até 25 domínios hospedados em um mesmo servidor Exchange com um único Certificado, durante o tempo de vigência.
Code Signing
Distribua suas aplicações e softwares de forma segura e confiável. Alto nível de compatibilidade: Microsoft® Authenticode® (Multi-Purpose), Java®, Adobe® AIR®, Mac®, Microsoft® Office VBA.
Desenvolvedores autônomos ou corporativos que precisam garantir a confiabilidade de suas aplicações e softwares para aumentar o consumo delas no mercado.

4. Quais são os tipos de Certificados SSL?

Os Certificados Digitais SSL são classificados pelo tipo de validação.

DV - Autenticação de Domínio (domain authetication) - a Autoridade Certificadora apenas valida se a empresa solicitante do Certificado SSL é proprietária do domínio configurado na solicitação do Certificado ou se há autorização da proprietária do domínio para a realização da validação. A validação é feita com base nos dados cadastrados na entidade responsável pelo registro de domínio.

OV - Autenticação da Organização (Org. Authetication) - a Autoridade Certificadora valida se a empresa solicitante do Certificado SSL é proprietária do domínio configurado na solicitação do Certificado e se a entidade é legalmente constituída.

EV - Validação Extendida (Extended Validation) - a Autoridade Certificadora valida se a empresa solicitante do Certificado SSL é proprietária do domínio configurado na solicitação do Certificado, se a entidade é legalmente constituída e se a pessoa que solicitou Certificado tem poder para efetuar o pedido.

SANs - Certificados Digitais para os Múltiplos Domínios, que é um Certificado SSL desenvolvido principalmente para o uso em soluções baseadas em Comunicações Unificadas (Unified Communications), como por exemplo, Microsoft Exchange (2007 ou superior), Live Communications Server (2005 ou superior).

Certificados WildCards - permitem que uma única chave valide inúmeros subdomínios. Não está disponível para EV.

5. Quais as vantagens e benefícios do Certificado Digital SSL?

• Atesta a identidade do site e promove o sigilo aos dados dos clientes;
• Agrega confiança e segurança por transitar informações criptografadas;
• Sinaliza nos navegadores o seu site como seguro;
• Reduz o abandono dos carrinhos de compras;
• Otimiza sua colocação em mecanismos de busca como o Google.

6. Os Certificados SSL funcionam em todos os navegadores?

Os Certificados SSL emitidos e comercializados pela SOLUTI são compatíveis com 99,9% dos navegadores atuais.

7. Não achei o link de compra para o Certificado Digital SSL, o que devo fazer?

Entre em contato conosco que enviaremos o link direto do Certificado Digital SSL mais adequado para a sua empresa, ou acesse https://loja.certificadodigital.com/

8. Preciso de suporte para instalação do Certificado SSL, como acessar?

Ligue para 11-4680-6754

9. Estou em dúvida de qual Certificado SSL devo adquirir. Vocês podem me orientar?

Sim, será um prazer atendê-lo. Ligue para 0800 941 6603.

Emissão e Validação Presencial do Certificado Digital

1. Posso emitir o certificado com cópia autenticada do documento pessoal?

Não. Para documentos pessoais, é obrigatório a apresentação do original.

2. Posso emitir o certificado com cópia autenticada dos documentos empresariais (contrato, estatuto, requerimento de empresário, etc)?

Sim. Desde que a cópia autenticada fique retida no Ponto de Atendimento para arquivamento.

3. No caso de documentação de condomínio que não possui convenção é necessário uma certidão de individualização, mas o que é certidão de individualização?

Certidão de individualização do condomínio é um documento que possui informações legais quanto a sua constituição, ou seja, é uma certidão que atesta que o Cartório está ciente da existência de determinado condomínio. A certidão de individualização pode ser entendido como: certidão de ônus reais ou declaratória de inteiro teor das unidades autônomas, certidão de memorial de incorporação ou matrícula mãe.

4. O nome empresarial está divergente do cartão CNPJ. É possível fazer a emissão do Certificado Digital PJ?

O nome empresarial no contrato, na ata, no estatuto ou em outros documentos devem estar de acordo com o cartão CNPJ. Se estiver faltando uma palavra, não poderá ser aceito. Só é aceito casos em que uma letra estiver divergente quando a divergência for entre documento contratual (contrato, estatuto, convenção, etc) e o cartão CNPJ. Caso o nome esteja divergente, é necessário atualizar o nome na Receita Federal ou apresentar outro documento empresarial mais recente com nome correto.

5. Preciso emitir um certificado para cartório, porém o mesmo não tem a Lei de Criação. Como proceder?

Caso não tenha a Lei de Criação, é necessário emitir uma declaração no Foro da Comarca onde deve constar qual o cartório (o nome deve estar de acordo com o CNPJ), a comarca, o tabelião (nome conforme documento), ano de criação ou desde quando está em atividade.

6. A minha CNH venceu ontem, posso emitir o Certificado Digital já que pela lei se pode andar por até 30 dias após seu vencimento?

Não é aceito para emissão do Certificado Digital nenhum documento vencido.

7. Sou menor de idade, posso emitir o Certificado?

Sim, desde que apresente a certidão de emancipação.

8. Tenho uma empresa em que a administração é referente a dois sócios e ambos podem representá-la. Na Receita Federal, somente o sócio “A” assina e preciso do certificado para emitir Nota Fiscal. Em dado momento, o sócio “A” não se encontra para realizar a Validação Presencial e o Certificado Digital será feito em nome de “B”. Desta forma, a empresa conseguirá emitir Nota Fiscal?

Para emissão de Nota Fiscal, qualquer dos sócios poderá representar a empresa para emissão do Certificado Digital, desde que o Contrato Social assim o permita. Caso o titular que assinar no Termo de Titularidade não seja o mesmo que assina na Receita Federal (Representante Legal), o Certificado não servirá para acessar a Receita, terá funções reduzidas, mas conseguirá emitir Nota Fiscal.

Outras Perguntas

1. Dúvidas sobre Certificado Digital ICP-Brasil nos aspectos técnicos e jurídicos?

Consulte o site do ITI – Instituto Nacional de Tecnologia da Informação e nos links abaixo você encontrará a lista de perguntas frequentes sobre Certificação Digital ICP-Brasil.
– Sobre Certificação Digital - Acesse aqui
– ICP-Brasil - Acesse aqui